Artigos
O que escrevemos

Artigos

E chegou o tão esperado mês de Junho! Neste mês trazemos-vos uma série de dicas para as férias e para o Verão, que vão continuar nos meses de Julho e de Agosto, pois as temáticas a abordar são imensas!

Em primeira mão, e à semelhança do ano passado venho falar-vos da Direcionologia, como quem diz “Para onde é que devemos ir de férias este ano”?

Para esta temática deixo-vos com o 11º vídeo da série de Feng Shui “Casa Organizada Vida Equilibrada”, disponível no nosso canal oficial do Youtube que devem subscrever, e que foi gravado na Top Atlântico, a quem agradecemos a simpatia e disponibilidade.

s1e12 thumb

Em breve lançaremos o vídeo “Como estimular as viagens na sua casa com a ajuda do Feng Shui” e ainda como organizar as férias e as viagens com a ajuda deste. Fiquem atentos! ;)

Votos de boas energias para todos!

Sofia Lobo Cera

E se em Abril comemorávamos 10 anos de parceria com o Centro Pré e Pós Parto, este mês comemoramos a edição número 100 da nossa newsletter! Sim, nº 100, isso mesmo! Há 100 edições, há dez anos de escrita, e continuamos com este entusiasmo a partilhar convosco o que fazemos, por onde andamos e claro, imensas dicas práticas de Feng Shui que pode ir aprendendo e aplicando na sua casa e na sua vida.

O mês de Maio é dos meses que mais gosto, não só por fazer anos nesta altura, mas porque é um mês cheio de cor, de energia, de sol, de flores, que nos presenteiam com as suas efervescências e aromas! E por isso, rumámos até ao Horto do Campo Grande, em Lisboa, onde gravámos com a nossa arquiteta paisagista, Inês Mendes de Almeida, um vídeo que vos explica como categorizar as plantas em termos dos cinco elementos do Feng Shui, conceitos basilares desta arte.

Fazer este vídeo foi muito engraçado, pois entre os aviões, os visitantes, os trabalhos normais do Horto, e sem qualquer ensaio, saiu assim à primeira! Ora veja! :)

Episodio 9 - Plantas e Feng Shui

Como correu tão bem, daqui saiu a rubrica que fizemos na SIC Mulher há uns meses.

Com este vídeo, vai conseguir a partir de agora olhar para uma planta, e saber a que elemento pertence, e assim atrair as boas energias para o que mais desejar, sejam elas para o amor, para a saúde, para o dinheiro ou até para a carreira.

No próximo vídeo, que sairá a 21 de Maio, vamos até à varanda darmo-vos dicas para a utilizarem a vosso favor e estimularem, por exemplo, a vossa vida social, seja com amigos, conhecidos ou família!

Para Junho, prepare-se porque vêm aí imensas dicas para as suas férias de sonho de verão!

Até lá, votos de boas energias para todos!

Sofia Lobo Cera

Antes de mais, pedia-lhe que começasse por nos esclarecer acerca das técnicas de Feng Shui e quais as vantagens da sua prática.

O Feng Shui, arte milenar chinesa com cerca de 4000 anos, estuda a forma como a energia flui num espaço que, quando se encontra em equilíbrio e em harmonia se traduz em mais bem estar e conforto para quem a usa e se movimenta nesse mesmo espaço. As pessoas, e é disso que falamos, sentem-se melhor, mais felizes e mais estáveis a todos os níveis. Quando se fala em energia em nada tem a ver com esoterismos, mas sim com o conceito de energia ciência, que se conhece ao nível da física e da química.
Qualquer espaço que tenha estas técnicas aplicadas de uma forma estudada, profissional e consciente, será mais positivo a todos os níveis. No âmbito empresarial, os agentes económicos fortalecem-se, crescem, consolidam-se e as suas equipas são saudáveis e solidárias na prossecução dos seus objetivos.

Este é um conceito que já está implementado em Portugal ou ainda há muito desconhecimento?

2019 03 RevistaBusinessPortugal SLC

Há vinte e um anos quando comecei a falar sobre Feng Shui no ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa), onde estudava na altura, os meus colegas quase que duvidavam da minha sanidade mental, que falava de coisas que não entendiam e, para alguns, esta temática até parecia retirada dos manuais da bruxaria medieval! Todavia, engenharia e Feng Shui para mim, sempre estiveram relacionados, não fossem a Astronomia e a Física parte estruturante das bases do Feng Shui, em que se estudam corpos e partículas que constituem o espaço e a matéria. Nas casas e nas empresas é exatamente a mesma coisa, ou seja, colocando as pessoas e o mobiliário ou equipamento em determinadas posições, agindo como reagentes numa reação físico-química, provocam-se reações químicas donde resulta, digamos de forma simplista, a circunstância da pessoa se sentir bem ou não, num determinado espaço. Quem é que nunca sentiu uma imediata sensação, de bem ou mal estar, quando entrou num espaço? Ou como é que se sente quando chega ao seu local de trabalho todos os dias? Quando as pessoas se sentem bem num determinado espaço, respira-se mais conforto e consequentemente trabalham e vivem melhor. Hoje em dia, há cada vez mais conhecimento e divulgação do que é o Feng Shui, e não deixa de ser interessante ver cada vez mais as empresas assumirem esta matéria nas suas ações. Aliás, pelos quatro cantos do mundo, são poucas as empresas líderes que não têm um consultor de Feng Shui. Inclusivamente os logótipos de grandes marcas internacionais são desenhados segundo estes princípios para que o sucesso comece no visual da primeira imagem. 

Há também cada vez mais empresas que já vão desenhando os seus produtos de acordo com o Feng Shui, selecionando as cores e os materiais e a forma como estes se ligam, indo ao encontro do Ciclo Construtivo dos Cinco Elementos (podem saber mais sobre esta temática no meu livro “Mude a Sua Casa Enriqueça a Sua Vida”).
Em Portugal, embora existam já algumas empresas a aplicar o Feng Shui nos seus espaços, ainda há um longo percurso a percorrer. Já ao nível habitacional, principalmente na Grande Lisboa, há cada vez mais famílias a apostar e a procurar no Feng Shui o seu bem-estar.

Qual o feedback que tem obtido dos seus clientes que já implementaram estas técnicas?

Tem sido muito favorável, especialmente ao nível empresarial. Geralmente, e perante objetivos que são mais ou menos transversais, ou seja, crescimento, consolidação do negócio, lucro, produtividade dos colaboradores, (cada vez mais as empresas se preocupam com o bem-estar das suas equipas) muitas das empresas já perceberam que uma das chaves para o sucesso é terem funcionários felizes e satisfeitos não só com a sua atividade como também com o seu local de trabalho. Nas empresas, na sua maioria temos dois tipos de situações: ou são empresas que já estão a laborar num espaço e que pretendem alcançar estes objetivos com a ajuda do Feng Shui, perante uma ameaça de estagnação ou declínio e conseguimos uma nova dinâmica; ou são projetos de raiz, isto é, quando uma empresa vai para um espaço novo (novo para ela ou novo em termos de construção) e todo este espaço é organizado, disposto, decorado, ou até construído com base em cálculos rigorosos de Feng Shui clássico. Nestes casos, é constituída uma equipa com todos os responsáveis, que vai desde o CEO da empresa, ao arquiteto, ao designer, entre outros, e ao consultor de Feng Shui. De todos os projetos de raiz que tenho feito, passe a imodéstia, os resultados têm sido excelentes, o que me dá uma incalculável satisfação.

Feliz Ano Novo!

E o ano não poderia começar da melhor forma com um presente para si! Nos últimos 6 meses, eu e toda uma equipa fantástica trabalhámos afincadamente num projeto que foi feito especialmente para si.

“Casa Organizada, Vida Equilibrada” é o nosso mais recente projeto, em que durante o próximo ano vamos estar consigo.

Iremos publicar uma série de vídeos práticos cheio de novidades, dicas e sugestões de como organizar a sua casa, a sua vida, de modo a colher as melhores energias e a viver com um bom Feng Shui!

Siga-nos nas redes sociais, subscreva o nosso canal do YouTube (e respetivas notificações) e partilhe com os seus amigos e conhecidos para que eles também tenham uma vida melhor, mais feliz.

Veja a Apresentação do nosso projeto aqui.

Obrigada por nos permitirem continuar a ajudar mais e melhor!

Votos de boas energias para todos!

Feng Shui e o Natal

O Natal tem como principal propósito unir a família, os amigos, as pessoas que lhe são queridas.

O Natal é tempo de Amor, da Família e só o conseguiremos sentir na plenitude se a nossa disposição interior for de serenidade, compreensão e se estivermos centrados no equilíbrio.

A intenção que colocamos na sua preparação e em todos os nossos gestos estão cheios de significado e por esta razão devemos incutir uma especial intenção quando estamos a preparar o Natal. Sempre que acrescentamos objetos nas nossas casas, estes vão interagir com as energias já existentes, pelo que todos os elementos deverão estar presentes de acordo com o Ciclo dos Cinco Elementos.

Muitos seguem a tradição de montar uma Árvore de Natal. Uma árvore em qualquer época do ano significa sempre vida, abundância, frutos e crescimento.

De acordo com o Ciclo dos Cinco Elementos, já mencionado em artigos anteriores, apesar de as árvores em geral pertencerem ao elemento Árvore, a Árvore de Natal artificial representa o elemento Fogo. As plantas, quando artificiais, não possuem o movimento de crescimento e o seu formato triangular, bem como o seu material sintético fazem parte deste elemento. Por outro lado, todos os seus atributos de luz, calor, festa e ainda a sua decoração encarnada, são alusivos a este elemento.

Por estas razões e também de acordo com o Ciclo dos Cinco Elementos, de um modo geral, o melhor local para colocar a sua Árvore de Natal, será preferencialmente na zona Sudeste ou Sul da sua sala.

Muitas vezes, das primeiras perguntas que me fazem é: “Sofia, a tampa da sanita é para estar sempre fechada, não é?” E a Sofia sai-se com um “Depende”, que imediatamente desencadeia um levantar de sobrolho do outro lado.

Na antiguidade as casas-de-banho, ou instalações sanitárias se preferir, eram vistas como algo de muito negativo, e eram até espaços que se encontravam no exterior das casas e constituídos apenas por um buraco. Com o passar dos tempos, estatuto social, exigências de conforto e a evolução da construção, as casas-de-banho foram-se incorporando nas habitações, e nos dias de hoje ocupam o lugar de mini spa’s em casa, cheias de beleza e de design.

Pese embora uma casa-de-banho seja um espaço de libertação do que não é necessário e de remoção de sujidade, na verdade também é um espaço de limpeza, de purificação, e de energização. Por essa razão, a casa-de-banho não deve ser um espaço descuidado, mas sim um espaço com capacidade para nos revitalizar.

Quando me perguntam se a tampa da sanita e a porta da casa-de-banho devem estar fechadas e eu respondo “depende”, é porque de facto depende do tipo de energia que a casa-de-banho tem, entre outros fatores.

Muitas pessoas, na hora de decidir adquirir uma habitação apresentam alguma relutância em comprar casas que foram alvo de penhoras ou que se encontram no mercado apenas porque os seus anteriores proprietários se debateram com problemas financeiros que culminaram na perda desse património. Mas também é verdade que, eventualmente nós, consultores de Feng Shui, teremos uma quota parte de responsabilidade nessa reserva mental porque, pese embora alguns de nós possam afirmar que não há casas perfeitas, o que eu subscrevo, certo é que muitos propagam literalmente para as pessoas evitarem casas que provêm de situações conflituosas com processos executivos ou em consequência de insolvências de entidades, singulares ou colectivas.

Porém, e após ter recolhido durante algum tempo um conjunto significativo de opiniões, sinto também necessidade de explicar e desdramatizar que na verdade as circunstâncias e os seus resultados ou consequências dependem de diversos factores.

Sorrir na Praia

Nesta altura do ano, quando olhamos à nossa volta, é frequente encontrarmos algumas pessoas com mau semblante, irritadas, deixando transparecer algum desconforto ou algum conflito com o dia-a-dia. Outros, assumem ainda uma postura mais rude e são pouco simpáticos nos cafés, nas lojas, nas ruas, no trabalho, quase como se todos lhes devessem e ninguém lhes pagasse. Já reparou nisso?

Nesta altura do ano, a energia deixou o seu lado Fogo, passou por uma altura de transição de energia Solo, e entrou recentemente na energia Metal (Ciclo das Cinco Transformações), o que faz com que as pessoas em geral deixem o seu lado mais eufórico e extrovertido típicos de energia Fogo, e se tornem um pouco mais sisudas e mais isoladas, comportamentos característicos da energia Metal.

Esta transição quando é feita de um modo mais brusco, sem qualquer adaptação, pode tornar-se menos fácil, e as pessoas ao invés de ficarem mais calmas e recatadas, tornam-se mais explosivas, com uma energia Árvore em desequilíbrio.

X

sofialobocera.com

No right click